domingo, 5 de junho de 2011

Um pote de doce de leite...


Minha vida é uma festa com pulseirinha VIP e open bar. O seu convite é endereçado ao seu caráter.

Guardo as primeiras impressões, mas considero somente as últimas.

Não suporto a dúvida, mas não preciso da mentira para proteger minha rotina. Mande a verdade e o troco em balas. Aceita Ticket?

Eu não desperdiço pessoas. Comprometo-me com meus valores.

Não comprei máscaras, não construí muros, não criei meus escudos. Por isso, fui a nocaute algumas vezes. Mas vamos esquecer o boxe e brincar de bambolê? Jogo de cintura pelo menos, eu tenho.

Ando desarmada, mostro quem eu sou. Espero que goste e que amanhã faça sol. Se não gostar ou se chover, não muda nada. Rá, te peguei!

Não importa o quanto a realidade possa confundir: tenho algumas certezas eternas!

Tenho histórias pra contar. Tantas!!! A minha vida eu carrego no colo e por isso a minha felicidade tem garantia.

O resto? É um pote de doce de leite com colher dentro.

(Autor Desconhecido)

( autor desconhecido )


Nenhum comentário:

Postar um comentário